Elon Musk deseja lançar satélites de internet no espaço até junho de 2019

O empreendedor deseja disponibilizar internet para áreas rurais e de difícil acesso em todo o mundo; o plano inicial era de lançar os satélites, em fases, até 2024

Elon Musk deseja lançar satélites de internet no espaço até junho de 2019

O empreendedor deseja disponibilizar internet para áreas rurais e de difícil acesso em todo o mundo; o plano inicial era de lançar os satélites, em fases, até 2024

0
shares

Os planos de Elon Musk para a SpaceX não são apenas colonizar Marte ou tornas voos espaciais mais acessíveis, mas também disponibilizar rede de internet para áreas rurais e de difícil acesso em todo o mundo.

A iniciativa, que traria uma constelação de satélites para o espaço, é uma forma de Musk financiar o desejo de levar pessoas para viajarem até a órbita da Lua – o empreendedor já anunciou quem será o primeiro turista lunar -, além de subsidiar o sonho de Marte. O projeto foi anunciado em 2015. “Seria como reconstruir a internet, mas no espaço”, disse o empreendedor no lançamento. “O objetivo é que a maioria do tráfego de Internet de longa-distância seja através dessa rede”.

De acordo com a Reuters, 300 colaboradores da SpaceX trabalham atualmente no projeto. Ao longo do ano, cerca de 50 funcionários saíram da empresa espacial de Musk e, recentemente, o empreendedor teria demitido ao menos sete membros da equipe do Starlink em Redmond, Washington, por conflito de ideias. “Devido ao sucesso de nossas demonstrações em satélites Starlink, nós incorporamos lições aprendidas e nos reorganizamos para permitir a próxima interação”, disse Eva Behrend, porta-voz da empresa.

Uma das reorganizações a serem realizadas é sobre a data de lançamento – a SpaceX já afirmou, no passado, que lançaria os satélites em fases até 2024. Mas, agora, um dos objetivos é de ter o serviço de internet disponível em 2020, com o primeiro lançamento previsto para até junho de 2019.

De acordo com o que fontes que trabalham na SpaceX informaram à Reuters, dois satélites já lançados – Tintin A e B – estão funcionando da forma planejada. “Eles estão ‘felizes e saudáveis’ e nós estamos falando com eles cada vez que passam por uma estação, várias vezes por dia”, disse a fonte. Os colaboradores da SpaceX estariam testando a conexão internet via satélite para realizar streaming de vídeos 4K no Youtube e jogar Counter-Strike, jogo online de tiro.

O objetivo da Tesla é que as pessoas recebam o sinal do satélite em terminais do tamanho de caixas de pizza em suas casas ou em empresas. A expectativa da The Satellite Industry Association estima que o mercado global de satélites para serviços de televisão e internet movimente US$ 127,7 bilhões. Mas a SpaceX não está sozinha nessa: a OneWeb deseja realizar o primeiro lançamento da mesma solução entre dezembro e fevereiro de 2019, enquanto a Telesat planeja fazê-lo em 2022.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups