Em sua 6ª edição, Campus Mobile leva três startups para o Vale do Silício

Criado em 2011, o projeto tem como objetivo incentivar a formação de jovens empreendedores. Vivros, Raks e Juke Fiesta foram as vencedoras

Em sua 6ª edição, Campus Mobile leva três startups para o Vale do Silício

Criado em 2011, o projeto tem como objetivo incentivar a formação de jovens empreendedores. Vivros, Raks e Juke Fiesta foram as vencedoras

0
shares

O projeto Campus Mobile tem como objetivo estimular a formação de jovens empreendedores e universitários, incentivando a criação de novos conteúdos e serviços para dispositivos móveis que contribuam para o desenvolvimento social do Brasil. A iniciativa, do Instituto NET Claro Embratel em parceria com a Associação do Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC) e apoio da POLI USP, chegou à sua 6ª edição, com 575 projetos inscritos por 833 estudantes de 23 estados do país.

“Desde a primeira edição tivemos como propósito incentivar essa cadeia de empreendedorismo criativo, estimulando e ajudando a desenvolver as ideias desses jovens”, diz Patricia Sanches, diretora de responsabilidade social e comunicação interna do Instituto NET Claro Embratel.

No período entre 2011 e 2016, foram 2.764 equipes inscritas, somando 3.700 estudantes impactados. A 6ª edição do concurso foi dividida em três categorias: Facilidades, Jogos e Educação. Após o período de inscrições, encerrado em setembro do ano passado, as startups pré selecionadas passaram por uma semana presencial, finalização dos protótipos e uma banca final de avaliação para concorrer à uma imersão no Vale do Silício, um smartphone e 6 mil reais para cada equipe.

“A imersão no Vale do Silício é bem intensa. As startups visitam grandes empresas, como Facebook e Google, além de universidades, como Stanford, e têm a chance de conhecer um novo mindset. Todos voltam muito empolgados e encantados com esse novo mundo”, ressalta Patricia. Conheça as vencedoras desta última edição:

Vivros

A startups vencedora da categoria Educação foi fundada por Daniela Morais, Rafael Alves e Rafael Imamura. A plataforma permite a criação de livros com técnicas interativas em papel, com o uso de mídias, câmera e sensores de celular para enriquecer a experiência de leitura.

Raks

Na categoria Facilidades, a vencedora foi a startup Raks, criada por Fabiane Kuhn, Guilherme Ramos e Vinicius Silveira. Por meio de um aplicativo, é possível ter acesso à um sistema para acompanhamento da umidade do solo em lavouras, controlando o sistema de irrigação.

Juke Fiesta

A startup criada por Matheus Viana, Matheus Vaccaro e Rafael Cadaval foi a vencedora na categoria Jogos. O game eletrônico com a temática mexicana traz um desafio de desvio de obstáculos, com mecânicas de dodge e parry, além de diversos personagens.

Na 7ª edição, que terá início das inscrições em breve, as startups poderão apresentar soluções para desafios em torno de quatro categorias: educação, diversidade, smart cities e smart farms e villages. Os projetos devem ser voltados para o aprendizado dentro e fora da escola, empoderamento e redução de discriminação e melhora da vida de moradores de grandes centros urbanos, áreas rurais e aldeias.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups