Salão do Automóvel: conheça as tecnologias por trás dos carros elétricos

Grandes montadoras como BMW, Nissan e Renault apresentaram modelos com diversas tecnologias e funcionalidades para todos os gostos

Salão do Automóvel: conheça as tecnologias por trás dos carros elétricos

Grandes montadoras como BMW, Nissan e Renault apresentaram modelos com diversas tecnologias e funcionalidades para todos os gostos

0
shares

Os carros elétricos e híbridos são protagonistas da 30ª edição do Salão do automóvel. Já conhecidos e usados fora do Brasil, os veículos mais ecológicos, silenciosos e tecnológicos estão chegando por aqui. Grandes montadoras como BMW, Chery, Kia, Nissan e Renault apresentaram seus modelos na exposição deste ano. Mesmo os veículos mais baratos não custarão menos do que R$140 mil no Brasil. Entre as novidades, estão carros compactos, como o Renault Twizy ou os mais luxuosos com tecnologia de ponta, como o BMW i3. Conheça os modelos:

Leia também: Até que enfim, Salão do Automóvel: carros 100% elétricos, híbridos e os primeiros com IA

Renault Twizy

O tamanho do carro apresentado pela Renault impressiona. Com apenas 2,34 metros de comprimento, o Twizy é 100% elétrico e projetado para centros urbanos. Com cerca de 3h30 minutos, é possível dar uma carga completa ao veículo, que tem uma autonomia de 100 km. Além disso, os motoristas são notificados por alertas quando a bateria está fraca. Por ser projetado para cidades, o carro não passa dos 80 km/hora. O design inovador fica por conta de uma porta única e transparente de cada lado.

Renault Twizy, modelo elétrico da Renault | Crédito: StartSe

Na frente, há um lugar para o condutor e logo atrás senta o passageiro. Para facilitar a passagem, o carro tem uma porta que abre 90º. Caso seja necessário, o assento de trás se transforma em um porta malas de 180 litros. O Twizy é totalmente personalizável. O cliente pode alterar as cores das portas, inserir alarmes anti furtos, sistema de estacionamento, comandos por Bluetooth e outras opções - tudo pelo site. O veículo emite zero poluentes e não tem ruídos. O carro é fabricado em Valladolid, Espanha, e vendido na Europa a partir de 6.900 euros. Por enquanto, ainda não chegou no Brasil.

Chery eq1

O único chinês do grupo também é compacto, com 3,2 metros de comprimento e 100% elétrico, com autonomia de 180 km após uma recarga completa da bateria, realizada em oito horas. O veículo tem freio de mão eletrônico, é equipado com um painel LCD e uma tela de 10 polegadas com inúmeras funcionalidades. Por ser urbano, não ultrapassa os 100 km/hora. A Chery ainda não revelou quando pretende iniciar as vendas no Brasil.

Chery eq1, modelo elétrico da Chery | Crédito: StartSe

BMW i3

É o único carro elétrico vendido ao público no Brasil. Chegou em 2014, mas teve uma versão reestilizada lançada no ano passado. Sua bateria tem autonomia de até 180 km ou 385 km no ciclo NEDC (New European Driving Cycle). O cliente tem três opções para recarregar o carro: carregamento doméstico, carregamento digital e carregamento público.

O carregamento em casa pode ser feito pela BMW i Wallbox, a BMW i Wallbox Plus e a BMW i Wallbox Connect, que são postos de recarga próprios da marca instalados na residência. Em menos de três horas a bateria atinge 80% da sua capacidade máxima. Já na categoria digital, o cliente pode carregar automaticamente nos horários mais eficientes em termos de custos, com base nas tarifas de energia do motorista. No carregamento público, o usuário pode utilizar estações nas cidades com corrente alternada (CA) ou corrente contínua (CC). No segundo caso, a bateria pode ser carregada em até 80% em 39 minutos.

BMW i3, modelo elétrico da BMW | Crédito: StartSe

O carro também é equipado com o BMW Connected, assistente de mobilidade pessoal que facilidade o cotidiano do motorista. Informações sobre tempo, recomendações de horários de partida, trânsito e outros itens podem ser acessados em um smartphone ou no próprio veículo. Quando o assunto é sustentabilidade, o carro é 100% fabricado com energia de fontes renováveis. Com o uso de fibras kenaf, que são 30% mais leves do que os materiais convencionais,  C02 é convertido em oxigênio a uma taxa acima da média.

Interior do BMW i3, modelo elétrico da BMW | Crédito: StartSe

Kia Soul EV

O carro elétrico da Kia, alcança 179 km na estrada e 219 km na cidade, ou seja, tem uma média de 199 km de autonomia, atingindo uma velocidade máxima de 145 km/hora. O veículo traz tecnologias como panorâmica completa de ré com orientações dinâmicas, botão de liga e desliga, controle eletrônico de estabilidade (ESC), Brake Assist System (BAS), sensores de estacionamento dianteiros e traseiros e sistema de gerenciamento de estabilidade do veículo (VSM).

Kia Soul EV, modelo elétrico da Kia | Crédito: StartSe

Além disso, conta com duas tomadas padrões localizadas atrás da porta deslizante na grade dianteira, uma AC para carga normal e outra DC para o carregamento rápido, de 480 V. Os tempos de recarga variam de 24 horas, para uma bateria totalmente descarregada utilizando uma tomada de 120 V padrão, e menos de cinco horas, quando conectado a uma tomada de 240 V. Os 80% de bateria podem ser alcançados em menos de 33 minutos com a saída 50 kw.

O carro também é equipado com uma tela de navegação de 8”, um carregador de 6.6 kW on-board, conectividade com Apple CarPlay e Android Auto e um sistema de climatização desenvolvido para aumentar o alcance da condução e minimizar o gasto de energia. Além disso, possui a tecnologia Organic Light Emitting Diode (OLED) para o baixo consumo de energia e quase nenhum acúmulo de calor em seu painel de instrumentos, fornecendo informações sobre o fluxo do veículo, o tempo de carga, o nível de condução ECO e a economia de energia, medindo a eficiência da bateria em funcionamento. A previsão é de que o Soul EV chegue ao Brasil no ano que vem.

Interior do Kia Soul EV, modelo elétrico da Kia | Crédito: StartSe

Nissan Leaf

É a segunda geração do elétrico mais vendido do mundo. O veículo tem autonomia de 240 km e é equipado com o e-pedal, que permite o motorista acelerar, desacelerar e travar com um movimento único e contínuo. Basta soltar o acelerador para uma travagem regenerativa automática e pressionar para a aceleração com base na sua velocidade atual. Já o Propilot, o piloto automático do veículo, mantém a velocidade, o carro na faixa e estaciona sozinho.

Nissan Leaf, modelo elétrico da Nissan | Crédito: StartSe

Os motoristas também têm acesso à um sistema inteligente de anti colisão frontal e traseiro, que detecta outros carros e freia quando necessário ou envia um alerta quando algum se aproxima. Além disso, o carro possui uma câmera inteligente com visão 360º  e um identificador de sinais de trânsito que detecta as placas rodoviárias e mostra o limite de velocidade no ecrã de informações digitais. Já o controle inteligente de trajetória lê as manobras em curva e, se necessário, pode travar cada roda individualmente para auxiliar na condução. Nas lombadas, o mesmo sistema também ameniza a passagem do carro.

Interior do Nissan Leaf, modelo elétrico da Nissan | Crédito: StartSe

O veículo também é equipado com o sistema NissanConnect EV, que permite definir uma temperatura antes de entrar no carro, verificar a carga de autonomia e a localização exata do carro - tudo pelo smartphone. Os motoristas também podem adquirir sua própria estação de recarga da marca. Além disso, podem fazer uma ligação à rede elétrica da casa.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups