“65% das crianças hoje trabalharão em cargos que não existem”, afirma Maurício Benvenutti

Em palestra para o Silicon Valley Conference, o sócio do StartSe apresentou as promessas do futuro

“65% das crianças hoje trabalharão em cargos que não existem”, afirma Maurício Benvenutti

Em palestra para o Silicon Valley Conference, o sócio do StartSe apresentou as promessas do futuro

0
shares

Maurício Benvenutti, sócio do StartSe e autor do livro Incansáveis, abriu o Silicon Valley Conference, maior evento do StartSe até hoje, com mais de 1600 pessoas. Em sua palestra, Benvenutti trouxe dados que comprovam como o mundo não é o mesmo – e ainda tem muito para mudar.

Segundo ele, 65% das crianças que estão hoje no primário irão trabalhar com empregos que ainda não existem. Ao mesmo tempo, as novas tecnologias estão conquistando a população cada vez mais rápido (como demonstra o gráfico a seguir, da Singularity), ou seja, é preciso estar ligado para acompanhar o mundo.

Esses dados incitam muitas dúvidas, afinal, como se preparar para um futuro incerto? Uma das formas é estar por dentro das últimas novidades, que contam com tecnologias disruptivas que prometem ter presença cada vez mais forte em todos os ramos conhecidos hoje.

Um deles é o de os carros autônomos, sobre o qual Benvenutti citou diversas iniciativas da Tesla, Uber, Google e Ford. Mas não só! Maurício também falou da parceria da Otto com a Budweiser para fazer a primeira entrega de cervejas do mundo com um caminhão autônomo:

 

A robótica também é um setor que promete estar cada vez mais presente no cotidiano e um exemplo disso também é a Tesla, uma vez que sua fábrica e linha de produção conta quase que exclusivamente com robôs. Entre essas disrupções, impressoras 3D, realidade aumentada, inteligência artificial e machine learning também já estão mudando o mundo.

Benvenutti inclusive contou a experiência que teve com o Connie, robô da IBM que atualmente atende como conciérge em diversas unidades da rede de hotéis Hilton. Segundo ele, ao perguntar onde Connie indicava para comer comida italiana, o robô perguntou se ele queria perto ou longe. "Foi quando resolvi testá-lo e perguntei o que era perto para ele. A resposta que tive foi: 'Perto para mim é uma milha e para você?'", contou Benvenutti, admitindo que o robô era mais preparado do que esperava.

Em seguida, para encerrar sua palestra, Maurício citou Alvin Toffler, futurista norte-americano: "Os analfabetos do século XXI não são os que não sabem ler ou escrever, mas aqueles que não conseguem aprender, desaprender e aprender de novo".

Para aprender mais sobre todas essas inovações, é preciso acompanhá-las de perto. Para isso, o StartSe organizou a Learning Experience, um programa de uma semana na região do Vale do Silício para impactar e transformar quem vai. Conheça-a aqui.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups