Airbus tem sucesso no primeiro teste de táxi aéreo autônomo (e elétrico)

No primeiro teste, a aeronave autônoma Vahana da Airbus alcançou 5 metros de altura e permaneceu 53 segundos no ar

Airbus tem sucesso no primeiro teste de táxi aéreo autônomo (e elétrico)

No primeiro teste, a aeronave autônoma Vahana da Airbus alcançou 5 metros de altura e permaneceu 53 segundos no ar

0
shares

Há alguns anos, as empresas automobilísticas anunciaram a construção de carros elétricos. Hoje, já existem veículos elétricos rodando livremente pelas ruas, principalmente nos Estados Unidos, e a novidade continua se expandindo por todo o mundo. Tal como foi com os carros elétricos, a cada notícia é possível perceber como os carros autônomos são uma realidade cada vez mais próxima, mesmo que ainda não sejam palpáveis em nosso cotidiano.

Com os carros autônomos tornando-se cada vez mais uma “velha novidade”, a Airbus é uma empresa que já está seguindo os passos para os veículos autônomos conquistarem outro território: o ar.

A Airbus anunciou que testou, com sucesso, a Vahana, um táxi elétrico autônomo que está sendo desenvolvido no laboratório A³, diretamente no Vale do Silício. Em seu primeiro voo, a Vahana atingiu 5 metros de altura, permanecendo no ar por 53 segundos. A empresa ainda afirmou que outro teste foi realizado no dia seguinte, e também foi um sucesso.

O taxi aéreo, por ser autônomo, comporta apenas uma pessoa. A Vahana representa um grande desenvolvimento de tecnologia nos motores elétricos, inteligência artificial e nos veículos autônomos. É um indício que, de fato, os veículos autônomos são uma grande aposta na mobilidade urbana e que o céu, nesse caso, não é o limite.

“Hoje, estamos celebrando um grande acontecimento na inovação do aeroespaço. Em apenas dois anos, a Vahana evoluiu de um esboço em um guardanapo para ser construída em tamanho real, pilotada de forma autônoma e concluiu seu primeiro voo com sucesso”, comentou Zach Lovering, executivo do projeto.

Hoje, além de ser um dos maiores polos de inovação do mundo, o Vale do Silício tem tido uma atividade significante no mercado de veículos autônomos. Empresas como Waymo, Lyft, Uber e o laboratório A³ são exemplos de empresas localizadas nesta região e que estão apostando nessa tecnologia. Para conhecer em primeira mão outras novidades desenvolvidas no Vale do Silício, dê uma olhada neste e-book que preparamos sobre a região.

(Via Venture Beat)

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups