Agro é tech, agro é pop: como a tecnologia já está presente no agronegócio

Donário de Almeida, CEO do Canal Rural por 10 anos, comentou as mudanças e o futuro do setor na AgroTech Conference

Agro é tech, agro é pop: como a tecnologia já está presente no agronegócio

Donário de Almeida, CEO do Canal Rural por 10 anos, comentou as mudanças e o futuro do setor na AgroTech Conference

0
shares

Campanhas da TV Globo repetem: “agro é tech, agro é pop, agro é tudo”. A agricultura e pecuária sempre foi pauta no Brasil devido seu grande impacto na economia – o setor é responsável por 23% a 24% do PIB brasileiro, segundo o IBGE. Mas, atualmente, o agronegócio tem chamado atenção por outro motivo: a revolução 4.0 que ele está passando.

“Nos últimos 10, 15 anos, houve mudança da tecnologia na agricultura – não temos mais enxadas, mas tecnologia e programas de financiamento inclusive para pequenos produtores”, comenta Donário de Almeida, engenheiro agrônomo CEO do Canal Rural por 10 anos, hoje conselheiro.

Hoje, os produtores contam com auxílio de inteligência artificial e análise de dados para prever como será a colheita, além da agricultura de precisão, capaz de analisar quais são os nutrientes necessários para cada planta de uma fazenda.

“A agricultura de precisão revolucionou o plantio, mas para utilizar melhor seus recursos, os produtores precisam integrá-la com previsão de produtividade e histórico de colheitas”, afirma Almeida. Por esse motivo, agora os tratores e maquinários agrícolas de grandes marcas já estão vindo com sensores de fábrica, possibilitando que os produtores tenham os dados mais relevantes sobre suas plantações e possam realizar decisões mais assertivas.

Entre as principais iniciativas que estão revolucionando a agricultura atualmente, Donário cita o monitoramento de saúde de plantas – feitas através dos sensores, drones e análise de dados por inteligência artificial -, dos animais – para saber a fertilidade, localização e saúde – e a previsão do tempo.

“A telemetria possibilitou identificar os problemas no campo ao cruzar dados de solo e meteorologia, identificando manejos mais apropriados e melhoria de rentabilidade”, comenta. Melhorar a rentabilidade é visto como um dos principais objetivos no agronegócio pelo engenheiro e jornalista, pois “os preços estão dados”. “Você tem aquele preço, a sua renda depende de um custo menor, então a eficiência é fundamental para o lucro do produtor”, completa.

Além da maior rentabilidade, a tecnologia atuará, no futuro, devido à necessidade cada vez maior de comida. “Temos que aumentar 70% da produção, ao mesmo tempo que as terras estão chegando no limite. A sustentabilidade é importante e as regras de legislação para uso de terras estão mudando, e há a necessidade de produzir mais onde é possível fazê-lo”, afirma Almeida – e a tecnologia é o caminho para este fim.

E a tecnologia não está chegando apenas para os grandes produtores, mas também para os pequenos. Barreiras como a falta de internet são contornadas por softwares que atuam offline e as soluções das agrotechs também são adaptadas para contemplarem os produtores que possuem terras menores. A Strider, por exemplo, lançou uma solução mais acessível e simples para atender a estas necessidades.

A agricultura do futuro

Todas as mudanças comentadas acima já estão acontecendo NESTE MOMENTO – muitas apresentadas na Startup Village da Agrotech Conference, evento no qual Donário de Almeida esteve presente como palestrante.

Para ele, a agricultura do futuro terá ainda mais a base de dados e inteligência artificial fortalecendo a tomada de decisão, a valorização de terras e a biotecnologia suportando aumentos de insumos e produtos.

“Há novas formas de financiamento de produção e o acesso facilitado à energia, inclusive novos usos. A energia está mudando rapidamente – células fotovoltaicas permitirão que as fazendas mais distantes tenham a própria central computacional, se quiserem, com base na energia disponível a partir do sol”, finaliza Donário de Almeida.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups