Estacionamentos: como a tecnologia vai acabar com esse mercado

Será o fim do mercado de estacionamentos, tal qual o conhecemos

Estacionamentos: como a tecnologia vai acabar com esse mercado

Será o fim do mercado de estacionamentos, tal qual o conhecemos

0
shares

Só na cidade de São Paulo existem mais de 5.300 estacionamentos, que oferecem cerca de 500 mil vagas e geram 18 mil empregos diretos. É uma indústria multimilionária, mas que está com os dias contados.

Com o crescimento dos usuários de aplicativos de transporte, as receitas do setor caíram, em média, 30% nos últimos 4 anos, fazendo com que 77% dos estacionamentos reduzissem seus preços.

Contudo, o surgimento do Uber, 99, Easy Taxi e outros serviços foram apenas a ponta do iceberg para esse setor. Mudanças muito maiores estão por vir e apenas aquelas empresas que se reinventarem agora terão espaço no futuro.

É sobre isso que vamos falar no Mobility Day 2018, maior conferência da América Latina sobre o futuro da mobilidade urbana.

Cada vez mais e mais pessoas estão buscando formas alternativas de locomoção. O verbo “possuir” está sendo substituído pelo “utilizar”. As novas gerações não sentem a necessidade de ter um carro, porque o problema da locomoção é resolvido facilmente com os veículos compartilhados.

Além disso, outros meios de transporte estão se popularizando rapidamente: bicicletas elétricas e patinetes motorizados já são amplamente utilizados na Europa, nos EUA e na China.

Para ter uma ideia, a startup chinesa Mobike, de aluguel de bicicletas, já chegou a 180 cidades no mundo todo e possui mais de 100 milhões de usuários ativos. A empresa foi fundada em 2015 e já vale US$ 1 bilhão.

A Lime, que produz patinetes elétricos, já captou mais de US$ 130 milhões em investimentos e se prepara para uma nova rodada, de US$ 300 milhões.

Mas a grande inovação que colocará fim ao mercado de estacionamentos, tal qual o conhecemos hoje, será a dos carros autônomos. Veículos sem motoristas farão “corridas” o dia todo, de um lado para o outro, transportando milhões de passageiros sem a necessidade de ficarem estacionados.

A Uber anunciou, no início do ano, que vai comprar até 24 mil veículos autônomos da Volvo. A previsão é de que, até 2021, esses veículos já estejam disponíveis no aplicativo, para qualquer cliente.

Para saber mais sobre as transformações que a tecnologia vai causar na mobilidade urbana – e nos mercados que giram ao redor disso – inscreva-se já no Mobility Day 2018.

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups