Fintech africana levanta US$ 47,5 milhões maior captação do continente

O acordo, que é o maior envolvendo uma fintech africana, teve participação do Rise Fund, Endeavor Catalyst e da Satya Capital

Fintech africana levanta US$ 47,5 milhões maior captação do continente

O acordo, que é o maior envolvendo uma fintech africana, teve participação do Rise Fund, Endeavor Catalyst e da Satya Capital

0
shares

A Cellulant, uma plataforma de pagamentos digitais que opera em 11 países, levantou US$ 47,5 milhões em uma rodada de investimento liderada pelo Rise Fund, um fundo de impacto do grupo TPG Growth.  O acordo, que é o maior envolvendo uma fintech africana, também teve participação da Endeavor Catalyst e da Satya Capital, a empresa de capital privado do bilionário Mo Ibrahim.

A Cellulant planeja utilizar o novo capital para ampliar as operações da empresa e expandir seus serviços para mais dois países africanos ainda este ano. A empresa também canalizará uma parte significativa dos fundos para a Agrikore, seu sistema de contratação, pagamentos e espaço de mercado baseado em blockchain que garante que todos players da agricultura possam fazer negócios em um ambiente confiável.

“Iremos ampliar nossos produtos de pagamentos existentes no setor agrícola, banco digital e pagamentos pela internet. Além disso, pretendemos introduzir produtos focados no consumidor para complementar os produtos corporativos que já temos”, disse a Akinboro. "Isso nos permitirá aumentar o acesso a pagamentos para os milhões de africanos que ainda estão sem banco, apesar da revolução da inclusão financeira."

O investimento na Cellulant é representa o importante papel que empresas africanas de tecnologia financeira estão desempenhando na redução de lacunas de inclusão financeira no continente. Nos últimos três anos, o setor ganhou impulso e se tornou o mais atraente para os investidores do continente – quase um terço do financiamento levantado pelas startups africanas em 2017 foi no setor financeiro.

Fundada na Nigéria e no Quênia em 2004, a Cellulant expandiu-se desde então para outros nove países africanos e conta com mais de 100 milhões de clientes. Seu alcance é atribuído a parceria da fintech com mais de 90 bancos e várias plataformas de pagamentos móveis em todo o continente.  “Grande parte da atividade de investimento da fintech nos últimos tempos na África foi especificamente no setor de empréstimos ao consumidor. O que a Cellulant tem é uma plataforma de pagamento que permite que pessoas que não tiveram acesso a pagamentos financeiros tenham acesso de forma transparente”, disse Yemi Lalude, sócio-gerente da TPG para a África.

As fintechs estão revolucionando o mercado financeiro, tanto no Brasil quanto no mundo. Devido a importância dessa tendência, a StartSe lançou um evento sobre o assunto. Acesse o site do evento e garanta sua vaga!

(Via: Forbes)

Inscreva-se na Newsletter de Startups:

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups