Fundadora da Theranos, Elizabeth Holmes é acusada de fraude

Empresa é acusada de enganar investidores e mentir sobre a extensão de seu envolvimento com os militares. Ambos lados já se pronunciaram

Fundadora da Theranos, Elizabeth Holmes é acusada de fraude

Empresa é acusada de enganar investidores e mentir sobre a extensão de seu envolvimento com os militares. Ambos lados já se pronunciaram

0
shares

A Theranos, Elizabeth Holmes, CEO e fundadora da empresa, e ex-presidente do conselho da empresa Sunny Balwani são acusados pelo SEC de realizar uma “fraude maciça”, segundo a agência. De acordo com co-diretor do SEC (Securities and Exchange Commission), Steve Peikin, as acusações contra o trio deixa muito claro que não há exceção perante as leis federais de anti-fraude simplesmente porque a empresa não é pública, em estágio de desenvolvimento ou tema da exuberante atenção da mídia.

No caso do tribunal civil, a agência alegou que Theranos levantou mais de US$ 700 milhões de 2013 a 2015 enquanto “enganava os investidores, fazendo parecer que a Theranos desenvolveu com sucesso um analisador de sangue portátil comercialmente pronto que poderia realizar uma série completa de testes de laboratório de uma pequena amostra de sangue”. Só que um momento, tudo desmoronou.

Já na investigação criminal, a agência desejou não comentar já que esta se encontra em andamento, mas afirmou que a Theranos enganou os investidores “hospedando demonstrações de tecnologia enganosas e exagerando na extensão das relações da Theranos com parceiros comerciais”. Além disso, o SEC afirmou que o presidente da companhia, Ramesh “Sunny” Balwani e Holmes mentiram sobre a extensão do envolvimento da Theranos com os militares.

O advogado de Balwani contou a CNBC que o seu cliente acredita que a ação do SEC é “injustificado” e que ele “representou com precisão Theranos aos investidores na melhor das suas habilidades” e “assumiu o risco financeiro significativo de investir na Theranos”. Já a Theranos afirmou que a Holmes aceitou o acordo oferecido e pagará US$ 500 mil e a seguinte condição: ser barrada de servir como diretora de um empresa pública por 10 anos.

Agora, para ficar por dentro das maiores tendências para se observar ao longo do ano e quais as apostas dos maiores especialistas do mercado com o nosso e-book 2018: The Observation Deck.

(Via CNBC)

Não deixe de entrar no grupo de discussão da StartSe no Facebook e de inscrever-se na nossa newsletter para receber o melhor de nosso conteúdo!

E caso você tenha interesse em patrocinar eventos da StartSe, envie um e-mail para patrocinio@startse.com.br

Baixe já o aplicativo da StartSe

App StorePlay Store

Assine nossa newsletter

switch-check
switch-x
Nova Economia
switch-check
switch-x
Empreendedores
switch-check
switch-x
Startups
switch-check
switch-x
Ecossistema
Mais em Startups